Câmara Municipal de Vargem Grande


Vargem Grande Paulista


Vargem Grande Paulista é um município do estado de São Paulo, na Região Metropolitana da capital, microrregião de Itapecerica da Serra.

Aniversário: 27 de novembro.
Fundação: 23 de dezembro de 1981.
Municípios limítrofes: Itapevi, São Roque e Cotia.
Distância até a capital: 40 quilômetros.

Características geográficas:


Área-45km².
População-44.200 hab. (Ibge 2007).
Densidade-1.346,1 hab./km².

O nome de nossa cidade expressa sua topografia: lugar plano ou planície extensa. A vegetação original da região é constituída de capoeiras e trechos de Mata Atlântica nas áreas de maiores altitudes.Em sua fauna destacam-se as presenças de garças e veados. Seu sub-solo apresenta-se rico em caolim.

O manancial hídrico que abastece o Município, faz parte da Bacia Hidrográfica do Rio Sorocaba e é constituído pelo Ribeirão Vargem Grande, Córrego do Matão, Córrego dos Pereiras e os lagos particulares no bairro do Tijuco Preto.

Clima:


O clima da cidade, como em toda a Região Metropolitana de SP, é o Subtropical. Verão pouco quente e chuvoso. Inverno ameno e subseco. A média de temperatura anual gira em torno dos 20Cº, sendo o mês mais frio Julho (Média de 15°C) e o mais quente Fevereiro (Média de 23°C). O índice pluviométrico anual fica em torno de 1300 mm.

Características Econômicas:


No que diz respeito aos aspectos econômicos, é importante a produção agrícola, verificada por várias propriedades rurais, inserindo o município no “cinturão verde”, que abastece a cidade de São Paulo. Os principais produtos deste setor são: flores, hortaliças, legumes, milho e plantas ornamentais. Diversas indústrias instaladas no Município, contribuem para a arrecadação e para o aproveitamento da mão de obra local. Registram-se indústria têxtil, laboratório de vacinas animais, fábrica de condutores elétricos, equipamentos de energia solar, indústria de móveis para banheiros, entre outras. O comércio é muito ativo e bastante diversificado, atendendo convenientemente às necessidades de abastecimento do município.

Histórico:


Lendas contam que D. Pedro I tinha o hábito de caçar nas matas do Ribeirão Vargem Grande, quando então descansava naquele antigo casarão de estilo colonial, que existia na Estrada da Lagoa.

O que se sabe de concreto, de acordo com registros históricos, é que as terras que hoje compreendem o centro de Vargem Grande Paulista, pertenciam ao Sr. Francisco Vieira; a sede da Associação Cultural e Esportiva de Vargem Grande, ocupa hoje terras que pertenceram, no passado, ao Sr. Joaquim Nunes dos Santos; o Cel. José Nunes dos Santos era proprietário das terras que hoje pertencem à família Rocha; Joaquim de Oliveira possuía as terras da Lagoa e vivia naquele casarão colonial, com senzala e escravos. No ano de 1914, com a desapropriação das terras do bairro da Graça, hoje Morro Grande - Cotia, para a construção de uma represa que abasteceria a Capital do Estado de São Paulo, o Sr. Mathias Maciel de Almeida comprou terras do Sr. Francisco Vieira e nelas se estabeleceu, com seu genro Valêncio Soares Rodrigues e outros, como Leonardo Soares Rodrigues (Nhô Nardo), José Manoel de Oliveira (Nhô Juca Município. Mathias Maciel de Almeida iniciou o movimento para a implantaçã), André Vieira de Godoy e Joaquim Soares Rodrigues, alguns dos filhos ilustres do o de escola na região e o projeto foi levado adiante. As grandes várzeas ali existentes eram propícias ao cultivo de cereais e de hortaliças. Dessa forma, foram se desenvolvendo as atividades agrícolas e pecuárias, que deram sustentação ao progresso e fortalecimento do povoado.

Em 1963, Vargem Grande, então bairro de Cotia, eleva-se à categoria de Distrito, enquanto que a emancipação político administrativa de Vargem Grande Paulista data de 23 de dezembro de 1981, tendo sido seu território desmembrado de Cotia, após plebiscito popular que deu amplo apoio a essa iniciativa. O aniversário da Cidade é comemorado em 27 de novembro, dia de Nossa Senhora das Graças. O Município pertence à zona oeste da Grande São Paulo e dista 39 quilômetros em linha reta da Capital. Está subordinada à Comarca de Cotia, Regional de Osasco. Possui uma área total de 37 Km² e limita-se com as localidades de Cotia, Itapevi e São Roque. Localiza-se entre os quilômetros 39 e 45 da Rodovia Raposo Tavares (SP 270); situa-se a cerca de 930 metros de altitude, acima do nível do mar e sua população total, segundo o último Censo (2000), é de 32.683. O nome de nossa cidade expressa sua topografia: lugar plano ou planície extensa. A vegetação original da região é constituída de capoeiras e trechos de Mata Atlântica nas áreas de maiores altitudes.Em sua fauna destacam-se as presenças de garças e veados. Seu sub-solo apresenta-se rico em caolim.

O manancial hídrico que abastece o Município, faz parte da Bacia Hidrográfica do Rio Sorocaba, e é constituído pelo Ribeirão Vargem Grande, Córrego do Matão, Córrego dos Pereiras e os lagos particulares no bairro do Tijuco Preto.

No que diz respeito aos aspectos econômicos, é importante a produção agrícola, verificada em cerca de 40 propriedades rurais, inserindo-nos assim no "cinturão verde", que abastece a cidade de São Paulo. Os principais produtos deste setor são: flores, hortaliças, legumes, milho e plantas ornamentais. Diversas indústrias instaladas no Município, contribuem para a arrecadação e para o aproveitamento da mão de obra local. Registram-se indústria têxtil, laboratório de vacinas animais, fábrica de condutores elétricos, equipamentos de energia solar, indústria de móveis para banheiros, entre outras. O comércio é muito ativo e bastante diversificado, atendendo convenientemente às necessidades de abastecimento do município. Os estabelecimentos bancários presentes no Município são: Banco do Brasil, Banco Bradesco, HSBC Bamerindus e Unibanco. Os principais acessos rodoviários a Vargem Grande Paulista são : a Rodovia Raposo Tavares, a Rodovia Castelo Branco (via São Roque e Itapevi), a Rodovia Régis Bittencourt (via Embu) e a Rodovia Bunjiro Nakao.

As empresas de transporte que servem o Município são: Viação Cometa, Viação Danúbio Azul, e Viação São Roque. O serviço de abastecimento de água, através da Sabesp, serve 60% do Município, a de captação de esgotos, chega a 40% e a coleta de lixo é realizada em 100%. A rede elétrica atinge 90% dos munícipes O setor de educação está constituído por 08 escolas Estaduais, 21 Municipais e 03 Particulares. Nas escolas públicas é dado atendimento a cerca de 10.968 alunos. Existem ainda 09 Creches que atendem 430 crianças. Há uma biblioteca Pública dotada de um razoável acervo, que é bastante útil a estudantes, professores e à comunidade em geral. Os serviços médicos são prestados por 05 Postos de Saúde Públicos e uma Policlínica particular. Para o lazer da população, o Município dispõe do Estádio Municipal José dos Santos, quadras poliesportivas, salão comunitário e outros. As atividades culturais mais apreciadas pela população são: os rodeios e as festas religiosas - onde se destacam A Procissão de Corpus Christ, a festa da Padroeira e as Romarias.

Existem no Município 22 Igrejas católicas (sendo 01 Matriz e 21 capelas), 06 Igrejas de outras denominações Cristãs além de vários outros templos, sendo que o Templo dos Testemunhas de Jeová é nacional. O município acolhe também a Mariápolis Ginetta, sede nacional do movimento dos Focolares, inaugurada oficialmente em 1972. Por este ser um Movimento internacional e sediar muitos eventos, recebe continuamente a visita de personalidades do mundo da economia, política e acadêmico, não somente do Brasil, mas também do exterior. Tal fato tem feito com que Vargem Grande Paulista seja conhecida nos 186 países em que o Movimento dos Focolares se difundiu. As principais atrações turísticas da cidade são: a Igreja Matriz, com a via sacra surrealista, obra do Padre italiano Giuglio Liveranne, o coreto da Praça da Matriz e o Eduardo's Park Hotel.

Ressalta-se a presença no Município, desde 1929, da laboriosa colônia Japonesa que até o ano de 1994 reuniu-se em torno da Cooperativa Agrícola de Cotia hoje Coopervag - Cooperativa Agrícola de Vargem Grande Paulista, que hoje dedica-se ao comércio varejista, indústria e comércio de insumos agropecuários. Atualmente a ACEVG - Associação Cultural e Esportiva de Vargem Grande, incentiva a educação através da prática de esportes (atletismo, vôlei, tênis de mesa, beisebol, etc.), cultivando-se o amor pelo Brasil e pelo Japão, aproximando brasileiros e nikkeis, todos empenhados no bem estar geral, também através de atividades que expressam as tradições culturais.